Parlamentar faz apelo para construção do 3º cemitério público de Campo Grande

Cabo Almi: "Temos que garantir assistência às famílias carentes diante do luto de entes queridos"
14/11/2017 - 12:31 Por: Fabiana Silvestre   Foto: Victor Chileno

O deputado Cabo Almi (PT) foi à tribuna da Assembleia Legislativa, durante a sessão plenária desta terça-feira (14/11), para solicitar providências ao prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), com relação à superlotação dos cemitérios públicos. Em agosto deste ano, 83.720 sepulturas estavam ocupadas nos três cemitérios públicos da cidade – Santo Amaro, Santo Antônio e São Sebastião, também chamado Cruzeiro.

Na ocasião, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur) informou que estava assegurando vagas nos cemitérios Santo Amaro e São Sebastião para o atendimento dos casos amparados pela assistência social, os “carentes sociais”. "Faço um apelo para que o prefeito Marquinhos discuta e analise a possibilidade da construção do terceiro cemitério público em Campo Grande. Não podemos deixar a população de baixa renda à mercê das empresas particulares", afirmou Almi.

Ele lembrou que diante do luto de um ente querido as famílias ficam vulneráveis e são assediadas. "É um momento de dor e sofrimento e temos que assegurar que as famílias que precisam sejam devidamente assistidas", reiterou. Lembrou, ainda, que Campo Grande dispõe de várias áreas públicas ociosas e alguma delas pode abrigar o novo cemitério da cidade. Entre janeiro e junho deste ano, foram realizados 935 sepultamentos nos três cemitérios públicos municipais, o que representa média de 155 por mês. 

Permitida a reprodução , desde que contenha a assinatura "Agência ALMS".
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato "Nome do fotógrafo/ALMS".
14/11/2017 - Sessão Plenária
Banco de Imagens