Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

ALMS firma convênio com nova faculdade e beneficia servidores

Imagem: Presidente Mochi celebrou parceria com o Instituto Avançado de Ensino Superior e Desenvolvimento Humano (Insted)
Presidente Mochi celebrou parceria com o Instituto Avançado de Ensino Superior e Desenvolvimento Humano (Insted)
21/12/2018 - 12:45 Por: Fabiana Silvestre   Foto: Luciana Nassar e Wagner Guimarães

Servidores da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) poderão cursar graduação em uma instituição privada com 15% de desconto. O benefício será oferecido graças ao convênio firmado pelo presidente da Casa de Leis, Junior Mochi (MDB), com os diretores do Instituto Avançado de Ensino Superior e Desenvolvimento Humano (Insted), Neca Chaves Bunlai e Fernando Bunlai, nesta sexta-feira (21).

“É uma oportunidade de oferecermos algo extremamente positivo aos nossos servidores e todos sabemos como é importante a capacitação constante”, afirmou o deputado Mochi. Ele informou que estão contemplados pelo convênio os cursos presenciais de Administração, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Ciências Contábeis, Direito e Pedagogia.

Conforme tabela disponibilizada pela faculdade, os valores das mensalidades aos servidores do Legislativo serão de R$ 464,10 para o curso de Administração (valor regular é de R$ 546,00), R$ 445,25 para Análise e Desenvolvimento de Sistemas (valor regular é R$ 525,00) e R$ 464,10 para os estudantes de Ciências Contábeis (valor regular R$ 546,00). Os servidores que optarem pelo curso de Direito pagarão R$ 780,30 mensais (valor regular R$ 918,00) e os de Pedagogia terão mensalidade de R$ 357,00 (valor regular R$ 420,00).

“É importante frisar que as aulas são 100% presenciais e nosso ensino é inovador, levando os casos reais para a sala de aula. Aliamos teoria, prática e o mercado de trabalho”, explicou a diretora Neca. Segundo ela, é possível ingressar na instituição por meio de vestibular ou utilizando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Também são aceitos estudantes portadores de diploma para cursar uma nova graduação. As aulas começarão dia 11 de fevereiro.

Neca ressaltou, ainda, que a faculdade conta, desde a estrutura até a matriz curricular, com 100% de metodologias ativas. Os alunos interagem com empresas e organizações sociais desde o início do curso, estabelecendo networking e diferenciais para a carreira. O novo modelo de ensino-aprendizagem é baseado em problemas reais, que afetam a vida cotidiana dos estudantes. Eles contam com salas de aula invertidas, startups, plataformas tecnológicas, biblioteca virtual com 5,4 mil títulos, projetos integradores e gamificação aliada às disciplinas.

O ensino é híbrido (blended learning), alternando entre o presencial e propostas de ensino online, integrando a educação à tecnologia e valorizando a interação e o aprendizado coletivo e colaborativo. Já o corpo docente, é formado por doutores e mestres, segundo a diretora do Insted. Saiba mais: www.insted.edu.br

Permitida a reprodução , desde que contenha a assinatura "Agência ALMS".
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato "Nome do fotógrafo/ALMS".
21/12/2018 - ALMS assina convênio com Insted
Banco de Imagens