Autoridades avaliam papel da Assembleia Legislativa em 2017


Representantes dos Poderes estaduais e autoridades de diversos setores da Administração Pública fizeram um balanço do papel estratégico exercido pela Assembleia Legislativa em 2017, reafirmando a importância das decisões tomadas pelo Legislativo na vida dos sul-mato-grossenses.

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), explicou como a interlocução entre os Poderes garantiu o equilíbrio em sua gestão. “Conseguimos construir, em um período turbulento, de dificuldades, um ambiente de Estado cumpridor de suas obrigações. Por isso agradecemos muito à Assembleia Legislativa, que foi talvez o Poder que soube entender o momento e dar as condições, não para o governo, mas para o Estado poder chegar ao terceiro ano equilibrado. Nós temos, realmente, que agradecer muito à Assembleia, respeitando as diferenças políticas, os posicionamentos da situação e da oposição, mas reconhecendo que houve coragem para tomar as decisões que tornaram Mato Grosso do Sul um Estado responsável”, declarou.

O desembargador Julizar Barbosa Trindade, presidente em exercício do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), também se pronunciou sobre a relação entre Judiciário e Legislativo. “Os deputados têm demonstrado ótima receptividade para os pleitos encaminhados pelo Poder Judiciário à Casa de Leis. Isso certifica que existe diálogo entre os Poderes, característica importante para a manutenção e melhoria da prestação jurisdicional efetiva e transparente”, afirmou.

Waldir Neves, presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE-MS), órgão auxiliar da Assembleia Legislativa, lembrou da sintonia percebida entre a Casa de Leis e os demais Poderes em seus trabalhos. “Procuramos fazer um trabalho aqui no Tribunal de Contas respeitando a independência de cada setor do Poder Público. Indiscutivelmente, o mesmo processo de modernização que estamos implantando aqui, está sendo feito na Assembleia Legislativa, na gestão do presidente deputado Júnior Mochi (PMDB), que tem demonstrado realmente uma sensibilidade com os apelos da sociedade e está fazendo um trabalho muito interessante modernizando, dinamizando, e aplicando o princípio da economicidade e da transparência. Assim, o TCE está muito feliz com esta gestão, que tem apresentado resultados e recuperado a credibilidade da classe política, o que consideramos muito importante, porque numa democracia todos os Poderes têm que estar fortalecido", falou o conselheiro.

Por fim, o prefeito de Bataguassu, que também preside a Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Pedro Caravina (PSDB), comentou sobre as expectativas da Associação para 2018. “O relacionamento da Assembleia Legislativa com a Assomasul foi muito bom esse ano, pois o presidente Junior Mochi foi bastante prestativo nas causas relacionadas com os prefeitos. Tivemos algumas reuniões em conjunto e ele se mostrou à disposição para tudo que for relacionado com os municípios. Por isso, parabenizo o presidente e toda a Mesa Diretora da Assembleia pela maneira como conduziram esses trabalhos e com certeza a Assomasul irá continuar essa parceria ano que vem, pois temos alguns projetos em que pretendemos contar com o apoio do Legislativo”, disse.

Locução: Nivaldo Mota e Ricardo Ortiz / Técnica: Carol Assis e Flávio Cunha.

Fonte: Agência AL MS

Download
Equipe Rádio Assembleia em 22/12/2017 09:56:00