Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
ALEMS no combate ao Coronavírus

Projeto prevê a exibição nos cinemas de vídeos educativos sobre uso de drogas

Imagem: Deputado Lucas de Lima, autor da proposta, comenta que os jovens são os mais visados pelos traficantes
Deputado Lucas de Lima, autor da proposta, comenta que os jovens são os mais visados pelos traficantes
20/10/2021 - 14:32 Por: Osvaldo Júnior   Foto: Luciana Nassar/Arquivo

Os cinemas poderão ser obrigados a divulgarem vídeos educativos sobre o uso de drogas ilícitas antes da exibição de filmes. A medida é prevista no Projeto de Lei 298/2021, que começa a tramitar na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS). De autoria do deputado Lucas de Lima (Solidariedade), a proposta deve ser apresentada na sessão plenária desta quinta-feira (21)

De acordo com o projeto, a obrigatoriedade objetiva intensificar informações, conscientização, prevenção e o combate às drogas. Os vídeos terão duração máxima de dois minutos e a projeção deverá ser feita em telas capazes de permitir a visualização de seu conteúdo por todo o público presente no local, conforme detalha a proposta.

Os temas abordados nos vídeos educativos deverão ser, entre outros, os seguintes: consequências do abuso de drogas lícitas e uso de drogas ilícitas, uso indevido de medicamento, drogas e a relação com a violência, recuperação dos usuários e participação da família e da comunidade.

A exibição dos vídeos em cinemas visa atingir, sobretudo, os mais jovens. “O principal alvo dos traficantes e do mercado são os jovens e adolescentes”, considera o deputado e acrescenta que “o cinema é um meio de informação, comunicação e entretenimento que abrange várias camadas da sociedade, assim como, várias faixas etárias, em especial os mais jovens”.

Depois de lido na sessão, o projeto seguirá para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Caso receba parecer favorável quanto à constitucionalidade, continua tramitando com análises e votações dos deputados nas comissões de mérito e no plenário.   

Permitida a reprodução do texto, desde que contenha a assinatura Agência ALEMS.
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato Nome do fotógrafo/ALEMS.